Chronicle of Life and Death

01:12

Nesses últimos dias venho pensando muito em como a vida é algo tão frágil. Num dia você está aqui, e no outro pode não estar mais. 
A pessoa que você ama está do seu lado hoje, agora. Mas e daqui a algumas horas? 
É triste pensar que você talvez não esteja aproveitando a vida como deveria, não tem valorizado os momentos, os bons momentos. Os momentos simples que são aqueles que realmente importam. Aqueles momentos longe da internet, que não necessitam ser compartilhados com o mundo via rede social, apenas com a pessoa que está a seu lado. 
Mas muitas vezes deixamos de fazer coisas que nos fazem bem, que nos fazem felizes, com a desculpa da falta de tempo e vamos deixando a vida e os bons momentos escorrerem por entre nossos dedos como se fossem areia.
E no final, o que se leva dessa vida? O que deixar como lembrança? Uma vida atarefada e sem tempo pra nada, ou uma vida com uma coleção de bons momentos? 
Não gosto da sensação de estar deixando a vida passar enquanto eu apenas olho. Quero fazer meus momentos, montar a minha pequena "coleção de momentos" pra recordar e sorrir sempre que eu me lembrar, e ter a certeza de que quem eu amo também vai se lembrar desses momentos compartilhados e sorrir mesmo quando eu me for.
A vida é curta demais, frágil demais para apenas passar por ela sem vivê-la de verdade. 
Não acho que viver se resuma apenas a festas, bebedeiras e coisas assim. 
Viver é mais, é fazer de cada dia um dia especial, fazer boas memórias para aquecer seu coração quando você estiver triste. 
A vida é muito curta para se guardar arrependimentos sobre o que você poderia ter feito e não fez.

You Might Also Like

4 comentários

  1. Um pensamento que volta e meia vem na minha cabeça é e se a gente ja soubesse a data da nossa morte? Ta aki:

    http://nadademais1.blogspot.com.br/2014/03/e-se-soubessemos.html

    ResponderExcluir
  2. Concordo plenamente. Sou muito impulsiva, e preciso dizer que rola um lado bom. Raramente eu vou me lembrar de algo como "eu deveria...", mas o lado ruim é que muitas vezes eu vou me arrepender de coisas que eu fiz, afinal, coisas tem consequências. é uma via de mão dupla, tem pontos altos e baixos, mas a verdade é que a vida é muito curta mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que prefiro me arrepender do que fiz do que deixei de fazer. O sentimento de incerteza é muito pior, na minha opinião.

      Excluir

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images