Um Mês

02:35




Acordei pela manhã com o sol batendo em meu rosto. Me levantei, escovei os dentes, e ao sair do banheiro dei de cara com aquela sua camisa do Arctic Monkeys, a minha preferida, na cadeira do quarto. Está lá desde a última vez em que você dormiu aqui. O seu cheiro ainda está impregnado nela.
Desci para tomar o café da manhã, fiz panquecas com Nutella, mas não ficaram tão boas quanto as que você costumava fazer. Resolvi então dar uma volta no parque para me distrair. Era bom respirar um pouco de ar puro e sentir os raios fracos do sol da primavera baterem no meu rosto. Foi nesse mesmo parque que demos o nosso primeiro beijo, debaixo da cerejeira. E no banco perto do lago, foi o lugar em que você me pediu em namoro. Incrível como tudo, até as coisas mais simples, me fazem de lembrar você.
Pus-me a imaginar como você estaria agora, pois não tenho mais notícias suas desde que terminamos há um mês. Será que você encontrou outra pessoa? Será que você sorri pra ela do mesmo jeito que sorria pra mim? Conta aquelas piadas sem graça, e ela ri da mesma forma que eu fazia ao ver a sua cara de desapontado ao constatar que a piada realmente não tinha graça alguma? Você costuma cantar pra ela dormir como fazia comigo?
Perdida em meio aos meus pensamentos, entrei na Starbucks e pedi meu habitual Frappuccino de chocolate, me sentei ao canto com meu livro favorito. Quando estava prestes a começar a leitura, você entrou. Estava usando aquele casaco listrado que eu odeio, mas ainda assim, lindo.
Você pediu seu Caramel Macchiato e me viu, veio em minha direção, sorrindo, e sentou-se à minha frente. Se ao menos você soubesse que eu não paro de pensar em você…
E, como se lendo meus pensamentos, você me disse: “também não paro de pensar em você.”

You Might Also Like

0 comentários

Like us on Facebook

facessssssss

Flickr Images

wow